20 janeiro 2009

Discursos (e reflexões) no dia da tomada de posse de Obama

Uma coisa já percebi… Eleger um presidente negro é possível na América!
Mas, ao ouvir as orações (do pastor) pouco antes do discurso de tomada de posse de Obama, pergunto-me:
- Será que era possível eleger um presidente ateu na América?
- Creio bem que não…

FloreGrela Estampa

Etiquetas:

8 Comments:

Anonymous Fiambrelete said...

Lá se chegará dentro de uns séculos.

5:58 da tarde  
Anonymous LC said...

Tu nao me provoques, minha amiga, tu nao me comeces aqui a dactilografar ... ai ai ... pronto, vai ter que ser.
.
O facto de ontem la ter estado um pastor gay (nao sei se o mesmo de que fala a FlorGrela, mas eu imagino que sim) fez levantar na comunidade gay (and the like) a esperanca de que num futuro proximo haja a possibilidade de eleger um presidente gay. Da hipotese levantada pela FlorGrela, eu nada ouvi.
.
Alguns continuam com a cena de que o Obama nao E negro, nao E african-american ... ele E so 20 por cento, por isso nao E. Pois Pois, mas e se eu tivesse uma maquina do tempo e levasse o 20%-de-negro do Obama para 1900, sera que ele nao seria a victim of segregation??? ... o pessoal fala do que nao sabe ... o saberao os brancos do que E ser negro? A maioria nao fazem a mais pequena ideia ...
.
Que a CNN tenha feito um directo de 8 horas de cobertura A viagem de comboio do Obama eu ainda consigo perceber ... agora, que os jornalistas e comentadores da CNN (e da FOX tambem, pelo que ouvi) estejam plantados no telhado, no exterior, ao frio (-10C), durante essa emissao, a falarem uns para os outros E que eu nunca vou conseguir perceber!!!!!!!
.
A malta parece esquecer que o Obama E um politico. E que todo este hipp mediatico nao E mais que uma super campanha de propaganda encetada pelos magnatas que contam com o Obama para defender os seus estimados interesses. Propaganda! Estao a depositar imensa esperanca na sua presidencia. Oxala ele seja mesmo o messias mas ... provavelmente sera mais um politico. Provavelmente sera melhor que o Bush, bem melhor, mas no essencial, nao E de esperar que nada mude. Os discursos mais recentes dele tem todos os ingredientes do imperialismo que caracteriza quase todos os presidentes americanos. O Obama esta la para defender os interesses daqueles que o elegeram: os magnatas que lhe pagaram a campanha e que emitem a sua propaganda.
.

3:39 da tarde  
Anonymous LC said...

Ou seja, para concluir, se for gay mas acreditar no Santo Deus Cristao, entao estA bem. Ateu, cruzes, isso E que nao.
.
Ja viram o que isso faria ao dollar: in God we trust.
.
Nao haveria algodao que chegasse para reimprimir aquilo tudo. No fundo, a eleicao de um presidente ateu levantaria uma serie de problemas agricolas e logisticos dificeis de resolver.

3:42 da tarde  
Anonymous gringo estar said...

Nem ateus, muculmanos, arabes, mormons, budistas and the like.

3:44 da tarde  
Anonymous Juan Hónimo said...

Ah, Mormons... esteve quase (o Mitt Romney).

Ah, como dizem lá no Alentejo:
eu sou ateu e a minha mulher é atua...

1:31 da manhã  
Anonymous Alberto Terego said...

Nos EUA há separação constitucional entre religião e estado. Se o presidente fosse ateu eu tenho a certeza que a cerimónia (cujos detalhes, tanto quanto sei, são mais fruto da tradição do que preceitos constitucionais) poderia não ter contornos religiosos.

Mas no caso do Obama, a presença do cristianismo teria sempre de ser um must, até para contrariar as preocupações infundadas da ligação de Barack Husein Obama ao islamismo.

Não esquecer contudo do que está na origem da maior influência da religião na América do que por exº na Europa. Muitos dos europeus que foram para lá fizeram-no precisamente para fugir à intolerância religiosa que vigorava no Velho Continente, em particular associada à associação íntima entre certas denominações ditas cristãs predominantes em cada país e o poder instalado na altura.

Portanto, concordando ou não com esse processo e a herança contemporânea do mesmo, a génese da nação americana está fundada num fundamento religioso que não pode ser esquecido, nem menosprezado, nem ridicularizado de forma primária ou historicamente ignorante.

1:42 da manhã  
Anonymous Tratador de relva adepto do Glorioso said...

Se foi eleito um presidente que é fã do West Ham United
http://www.telegraph.co.uk/sport/football/2290252/Up-the-Irons---Barack-Obama-is-West-Ham-fan.html

então daqui a uns 15 anos quiçá possa ser eleito um Presidente americano adepto do Glorioso.

Pelo menos a simbologia já lá está. A águia. E pluribus unum.

(um presidente fã do Arsenal é que não!!)

1:48 da manhã  
Anonymous Alberto Terego said...

Mais dois detalhe interessantes relativos ao post original.

Obama (at the same time): ... the office of president of the United States faithfully ...

The two got the rest correct, including the nonobligatory "So help you God?" "So help me God."
(...)

Though a Bible was used in Tuesday's oath, one was not used for Wednesday's

http://edition.cnn.com/2009/POLITICS/01/21/obama.oath/index.html

11:15 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home