28 junho 2007

O Jantar de Aniversário do Agente Ultra-Secreto 0,07

A cena passa-se na cozinha de 0,07. A mulher do zero-vírgula-zero-sete prepara o almoço de domingo. O ‘nosso’ USA aproxima-se de mansinho. A mulher, de costas e sem se virar, pergunta em tom melado.
- Então ó-ó-morzinho, já decidiste o que queres jantar na tua festa de aniversário?
- Provavelmente o costume… - Responde 0,07 com uma indisfarçável melancolia.
- Este ano tinhas prometido que variavas. Mudaste de ideias? – Pergunta-lhe a mulher.
- É que este ano vem cá o USA 9/11 e a USA 1 e não me posso dar ao luxo de ter um prato não testado. – Continua 0,07.
- Sim, mas e se eu te fizesse uma surpresa? – Diz-lhe a mulher em tom misterioso.
- Gosto pouco de surpresas. – Diz-lhe o USA, muito seco. – Mas diz lá…
- Não, deixa estar. – Diz-lhe ela em tom pseudo-amuado. – Fiquemo-nos pelo teu querido ‘Bacalhau Escondido’… De certeza que preferem isso aos meus ‘Secretos’… - Encerra a mulher de 0,07 com ironia.
Zero-vírgula-zero-sete relaxa os músculos da face, solta uma gargalhada e o ambiente desanuvia automaticamente. Horas depois ele dá consigo a pensar nos ‘Secretos’ e a imaginar que a sua mulher é uma daquelas ultra-mega-agentes-secretas de que só se ouviu falar, mas de que não há provas da existência.

Etiquetas:

1 Comments:

Anonymous Juan Hónimo said...

Excelentes, as aventuras do agente 0,07. Acho que ainda vai dar em livro...

8:07 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home