09 novembro 2007

A vida num lamento - Poema by José Seramargo

Escorre-se o tempo – num lamento
Quebra-se o espaço – num abraço
Verga-se a luz – que seduz
Esquecem-se estórias – e vãs glórias

Mais um lamento – invento
Mais um abraço – desfaço
Mais uma luz – que reduz
Mais uma estória – sem memória

Pinta-se um quadro – sem esquadro
Finge-se um gesto – honesto
Cria-se um esquema – sem tema
Acaba-se a vida - esquecida

José Seramargo

Etiquetas:

2 Comments:

Anonymous Alberto Terego said...

Muito bom

1:10 da tarde  
Anonymous LC said...

E Lindo! triste mas Lindo!

7:04 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home