21 dezembro 2007

O Seramargo deu o mote

Já há algum tempo que não postava poesia.

Etiquetas:

1 Comments:

Anonymous José Seramigo, o irmão de Seramargo said...

Ainda bem que o AD resolveu postar um pouco de poesia é que já me estava a ver na obrigação de contrariar o negativismo do poema do Seramargo.
É que o meu irmão Seramargo tem a mania que é profundo e depressivo.
É só marketing, deixem-me que lhes diga. Sempre foi assim. Sentia-se lamecha quando eu lhe lia poemas sobre a natureza e o amor. Dava sempre a volta às coisas para as tornar sombrias e amargas.
Enfim, um chato!
Não levas a mal, pois não Seramarguinho (hehehe, sei que detestas que te chame assim...mas no natal ninguém leva a mal. Ou leva?)

3:33 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home