30 julho 2008

calor no inverno - frio no verão - tem muita lógica...

Em tempo de ar(es) condicionado(s), é difícil saber que temperatura esperar nos transportes públicos (e, sobretudo, nos autocarros...).
No verão, tanto podemos morrer de calor por o ar condicionado estar avariado, como podemos ficar a tiritar de frio, quando nos deparamos com um autocarro onde a temperatura média está 10 graus abaixo da temperatura exterior.
No inverno passa-se precisamente o contrário.
Nas empresas, às vezes também se passa este fenómeno, quando o controlo do sistema de ar condicionado é centralizado.
Resultado, é frequente sentirmos que vestimos a roupa errada para a estação...

Será que era muito difícil medir a temperatura exterior e a interior e fazer com que, simultaneamente: (a) a diferença de temperatura entre o interior e o exterior não fosse superior a, digamos, 5 graus; (b) a temperatura interior se mantivesse num valor de conforto esperado para verão e inverno, de modo que não se invertessem as estações (i.e. que tal evitar que no inverno a temperatura no interior dos edifícios ou dos transportes públicos seja de 25 graus celsius e no inverno seja 18 graus...).
Acho que isto talvez ajudasse...

José Seramargo

1 Comments:

Anonymous Meiguito said...

dificil, não sei ... mas que alguem anda a ganhar dinheiro com este descontrolo nas temperaturas, disso podes ter a certeza!
.
:-)
.
Por exemplo, um mero exemplo, como qq outro exemplo, como é que um acerto deste descontrolo iria afectar o bottom line de uma empresa como, por exemplo, as Excentricidades de Portugal?
Fica a pergunta!
.
:-)

4:54 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home