14 junho 2007

Serei eu o único...

...a embirrar com os anúncios dos bancos??

Os do BES são por regra irritantes e este último não foge à regra:
"Sou verde? Tenho luzes embutidas? Tenho portas de abertura retardada?"... Acho que os publicitários acreditam piamente que o seu público-alvo é que é retardado (o que provavel e infelizmente não andará longe da verdade)

Depois de terem popularizado o Gato Fedorento, os novos anúncios do Montepio com o António Feyo também mexem comigo. Era aquela frase: "bela cozinha... mas já está paga??". E agora é a famosa frase do "one night stand": "na tua casa ou na minha?"... Pode ser eficaz em termos de marketing, mas que é infeliz, é.

Alberto Terego

Etiquetas: ,

5 Comments:

Anonymous Jah Fosth said...

Os do Bes nunca prestaram para nada, parecem os cafés à político (fraquinho, fraquinho) e os do MG já foram. A malta do marketing também já precisam que chegue Agosto...

2:05 da tarde  
Anonymous Neves said...

Caro Alberto, Não percebi... Porque achas que "na tua casa ou na minha?" é infeliz??? Acho o máximo... até porque comunica com o segmento mais jovem que pensa numa casa precisamente a pensar na sua independência. E vem a seguir a umas miúdas a dizê-lo sem sabermos muito bem quem é que estava a comunicar. Depois, veio a surpresa.

11:47 da tarde  
Anonymous Alberto Terego said...

Acho infeliz porque:
- se calhar nessas questões sou um pouco conservador;
- é ironico associar essa idéia à independência do segmento mais jovem, pois o objectivo das instituições bancárias é que os jovens precisamente se tornem dependentes dos bancos e das respectivas prestações;
- se os patos bravos e os bancos conseguirem convencer as pessoas que os relacionamentos desejáveis são os "one night stands" ou as "amizades coloridas" ou os "compromissos com casas separadas", então isso é óptimo para eles, pois duplicam o parque habitacional e o mercado financeiro dos créditos à habitação. Só que não sei se isso é o melhor do ponto de vista da sociedade em geral, e estou a falar de um ponto de vista prático e não de um ponto de vista moralista.

12:51 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Mas, ó Neves, o teu comentário foi altamente benvindo!!!

3:14 da tarde  
Anonymous Neves said...

Eh, caramba. Mas que elaboração sobre o conteúdo da mensagem... E eu a pensar de que se tratava apenas de uma brincadeira para chamara à atenção e para criar um "bordão" no sentido de pôr toda a gente a dizer "na tua casa ou na minha"... E quase que aposto que esta campanha ainda não fica por aqui... Afinal, à pergunta o Simão Tibério ainda não teve resposta... Será na casa dele ou dela?

12:02 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home